Cidades Notícias São Sebastião

Estado e trabalhadores unidos em prol do Porto de São Sebastião

O deputado estadual Paulo Corrêa Jr esteve reunido com representantes dos sindicatos dos Estivadores, Arrumadores, Conferentes, Consertadores e Vigias, e funcionários da Companhia Docas de São Sebastião, para em conjunto lutarem pela defesa desta categoria e, principalmente, esclarecer a desestatização portuária.

A desestatização dos portos foi anunciada pelo governo federal, porém a concessão do porto de São Sebastião é do governo de São Paulo até 2032. Também existe um investimento de 290 milhões de reais, feito pela esfera estadual ao longo dos 14 anos de existência da Companhia Docas.

A reunião realizada no sindicato durou aproximadamente duas horas e, além de pontuarem a importância e potencial do porto para economia da cidade, em conjunto elaboraram os próximos atos que serão realizados.

O primeiro é formar uma comissão com representantes dos sindicatos e empresários, para que Corrêa Jr agende uma reunião com o governo estadual, para elucidar os pontos dessa possível desestatização. Além de levar o tema para Assembleia Legislativa na Frente Parlamentar em Defesa do Porto de Santos e São Sebastião, de autoria do deputado estadual.

“Na frente parlamentar uniremos forças com os demais deputados e ampliaremos a discussão para que qualquer decisão tomada em relação ao porto de São Sebastião seja amplamente divulgada, discutida e decidida com a união das forças”, pontuou Paulo Corrêa Jr.